Saci de Chocolate

Gostaria de informá-los que fui consagrado com a primeira colocação na "Seletiva Brasileira para o World Chocolate Masters", realizado no dia 17 de Abril na Feira Restaubar.
As informações fornecidas por vocês foram bastante úteis para a composição da minha escultura.

Agora representarei o Brasil em Outubro, na França, no World Chocolate Masters. O vencedor receberá o título máximo na área de chocolataria.

Além da escultura tive de apresentar bombons banhados e moldados, sobremesas empratadas e bolos.

Muito obrigado pela atenção e todas as informações.

Já postei algumas fotos em meu fotoblog. Caso necessitem de alguma para exposição no site, basta entrar em contato comigo.

www.gamel.nafoto.net

Em breve, outras fotos e informações serão encontradas no www.worldchocolatemasters.com

Muito Obrigado

Att,
Diego Lozano
Chef Patissier / Chocolatier
+55 11 8371-9845
diego.lozano@harald.com.br
www.gamel.nafoto.net
Skype: diego.lozano

Acompanhe, a seguir, as mensagens anteriores que resultaram no prêmio conquistado por Diego:
De Diego para a SOSACI, em 2/1/2007
Boa Tarde!


Recentemente fui convidado para participar da seletiva Brasileira para o campeonato mundial de confeitaria e chocolataria em 2008 na França.
O tema principal deve ser algo focado em mitos e lendas Brasileira, onde apresentarei uma escultura, bolo e bombons a base de chocolate.
Acredito que o Saci é um excelente tema, pois é um dos mitos mais conhecidos nacionalmente.

Encontrei o site de vocês por acaso, achei bastante informações úteis, porém preciso de detalhes mais específicos. Se possível, gostaria que me fornecessem informações diversas a respeito do Saci (características, formas, nomes, origem, alimento preferido etc) para que eu possa dar início aos testes e montagem da escultura.

A escultura será composta por vários itens relacionados ao mito e tanto o bolo quanto os bombons deverão levar ingredientes da região de origem do Saci.

Ficarei no aguardo de um breve retorno
Da SOSACI para Diego, em 8/1/2007
Boa tarde Diego

Apesar da demora em responder, podemos dizer que recebemos sua consulta como demonstração da importância de nosso movimento em defesa da mitologia e cultura popular brasileiras.
Embora o movimento iniciado pela SOSACI tenha como um de seus objetivos a divulgação de todos os mitos brasileiros, realmente, o Saci como principal figura mitológica brasileira pode ser uma feliz escolha, por ser o mais conhecido nacionalmente.
Cremos que os demais, Curupira, Iara, Boi-Tá-Tá, etc também poderiam representar bem nossa mitologia nesse concurso, entretanto, por ser o mais conhecido em qualquer região do Brasil, o Saci parece ser o mais representativo do imaginário popular brasileiro.
Bem, acreditamos que em visita ao nosso sitio, www.sosaci.org, você encontre a maioria das informações correntes sobre o Saci: origem, características físicas, hábitos e várias histórias ou "causos" contados por nossos associados que podem auxiliar na caracterização desse ente imaginário.
Você encontrará também em www.sosaci.org / "Balaio do Saci" o item Culinária / "À mesa com o Saci". Esse ítem apresenta supostas iguarias apreciadas pelo Saci.
Como as aparições do Saci ocorrem em geral em em pequenas localidades interioranas, as pessoas que ofereceram suas contribuições para compor o item informaram aquele cardápio tipicamente caipira e regional do sudeste brasileiro, que pode ser admitido como pratos preferidos por Ele.
Também em www.sosaci.org / Galeria do Saci, você encontra diversas representações do mito inclusive foto de criança imitando a figura do Saci. Além disso, no anexo, enviamos texto sobre a origem, principais hábitos e uma descrição da figura.
Para auxiliar em sua pesquisa sobre o mito, você pode encontrar também no sítio vários endereços de outros sítios que tratam do tema. Através de um sitio de busca (Google, por exemplo), entrando com Saci Pererê Bibliografia você receberá muitas fontes para as informações necessárias ao seu trabalho.
De fato dependendo da região e versões de origem do mito, existem diversas denominações para a mesma figura mitológica. Vejamos:

Martin Cererê = Matimpererê = Matintaperera = Saci-cererê = Saci-pererê. Portanto, são denominações regionais para a mesma entidade.
Veja o que dizem as várias fontes:

Datação
1863 cf. MPABras

Acepções
? substantivo masculino
Regionalismo: Brasil.
1 Rubrica: etnografia.
Entidade fantástica, negrinho de uma perna só, que fuma cachimbo e usa um barretinho vermelho, fonte de seus poderes de magia e que, segundo a crença popular, diverte-se espantando o gado e espavorindo os viajantes nos caminhos solitários, com seus longos assobios no meio da noite; saci-cererê, saci-pererê
2 Rubrica: ornitologia.
ave cuculiforme da fam. dos cuculídeos (Tapera naevia), encontrada em campos, brejos e matas secas, do México até a Argentina e em todo o Brasil; atinge 29 cm de comprimento e possui dorso e cauda estriados de creme e negro, topete marrom-escuro, partes inferiores esbranquiçadas e cauda longa; crispim, fenfém, martim-pererê, matimpererê, matintapereira, matintaperera, matitaperê, peitica, peito-ferido, peixe-frito, roceiro-planta, seco-fico, sede-sede, sem-fim, tempo-quente

Etimologia
no DHPT, tupi *sa'si 'entidade fantástica'; Nasc. registra o tupi sa'sï e acrescenta que, como nome de ave, é onom.; f.hist. 1863 sacy, 1913 sací, 1922 saci

Sinônimos
matimpererê, matintaperera, saci-cererê, saci-pererê

Acepções
? substantivo masculino
Rubrica: ornitologia. Regionalismo: Amazônia.
m.q. saci (Tapera naevia)

Etimologia
segundo Nascentes, alt. de matintaperera; Teodoro Sampaio dá como étimo o tupi matï-tape're 'ente pequeno que vive nas taperas, espécie de ave' (< matï 'pequeno' + tape're 'que gosta de ruína, tapera'), segundo esse autor, por associação, o voc. tb. designa um gênio maléfico, abrigado em aldeias abandonadas, que se disfarçava de pássaro

Dicionário da Língua Portuguesa - Houaiss

MATINTAPERERA
s.f (onom.). Bras. Nome vulgar de um gênero de aves que cantam de noite.
Lello Universa - Lello & Irmãos - Porto

MATIMPERERÊ
s.m. (Do Tupi matintape're.) Sin. De Saci.

Larousse Cultural - Nova Cultural; 1998

Matintapereira ou Mati-Taperê

Mati, mati-taperê, nome de uma pequena coruja, que se considera agourenta. Quando a horas mortas da noite, ouvem cantar a Mati-taperê, quem a ouve e está dentro de casa, diz logo: Matinta, amanhã podes vir buscar tabaco. "Desgraçado - deixou escrito Marx J. Ribeiro, profundo conhecedor das coisas indígenas - quem na manhã seguinte chega primeiro àquela casa, porque será ele considerado como o Mati. A razão é que, segundo a crença indígena, os feiticeiros e pajés se transformam neste pássaro para se transportarem de um lugar para outro e exercer sus vinganças. Outros acreditam que o Mati é uma maaiua, e então o que vai à noite gritando agoureiramente é um velho ou uma velha de uma só perna, que anda aos pulos." ( Stradelli, Vocabulário de língua Geral, 518). A Matintapereira é uma modalidade do mito Saci-pererê, na sua forma ornitomórfica. (Geografia dos mitos brasileiros). A matintapereira não é, realmente, uma coruja, como pensava Stradelli, mas um cuculida, Tapera naevia, Lin., também conhecido como sem-fim e Saci.

Câmara Cascudo; Dicionário do Folclore Brasileiro - Ediouro 9ª Edição.

Esperamos, desta forma, ter lhe ajudado. Caso necessite de mais alguma informação específica, por favor, pode voltar a nos consultar.

 


Dia do Saci | Só falta você | Fique Saci | Ói nóis aqui | Eu vi um | Saci&Cia | Galeria do Saci

 
Balaio do Saci  |  Histórias  |  Sítios de Saci  |  Principal